Estava lendo a palavra, e um versículo me chamou muito atenção. Na passagem onde Jesus lava os pés dos discípulos e Ele responde a Pedro:

"O que eu faço não o sabes tu agora, mas tu o saberás depois" (João 13:7)

Quantas vezes pedimos algo a Deus e ficamos sem respostas? Diversas, certo?
Deus tem um plano certo para cada um de nós. Quando fazemos nossos pedidos, Ele não os deixa passar em branco. Mas com certeza, ele está preparando o melhor para nós. Deus só nos dá as coisas quando estamos preparados para recebê-las. Ele nunca nos dará um poder se não podemos administrá-lo. Os planos de Deus são muito maiores e mais elevados do que possamos imaginar. Vamos confiar mais e ter certeza que estar com Ele é ter a vitória.

Como diz uma música:  
"Espera no Senhor sem desistir, na certeza que ele não falha. Tudo ele já preparou, seu poder nunca mudou"
 









Embora sendo Filho, ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu. (Hebreus 5:8)
[ferramentas.gif]



Contam que na carpintaria houve uma vez uma estranha assembleia.
Foi uma reunião de ferramentas para acertar suas diferenças.
Um martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar.
A causa? 
Fazia demasiado barulho; e além do mais, passava todo o tempo golpeando.
O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo.
Diante do ataque, o parafuso concordou, mas por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre
em atritos.
A
lixa acatou, com a condição de que se expulsasse o metro que sempre media, os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito.
Nesse momento entrou o carpinteiro, juntou o material e iniciou o seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, o metro e o parafuso.
Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel.
Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembléia reativou a discussão.
Foi então que o serrote tomou a palavra e disse:

"Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com nossas qualidades, com nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos, e concentremo-nos em nossos pontos fortes."
A assembleia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia e dava força, a lixa era especial para limar e afinar asperezas, e o metro era preciso e exato.
Sentiram-se então como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade.
Sentiram alegria pela oportunidade de trabalhar juntos.

Ocorre o mesmo com os seres humanos. Basta observar e comprovar.
Quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa e negativa; ao contrário, quando se busca com sinceridade os pontos fortes dos outros, florescem as melhores conquistas humanas.
É fácil encontrar defeitos, qualquer um pode fazê-lo.

Mas encontrar qualidades... isto é para os sábios!!!!


   
Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo, e estava resolvido a encontrar meios de minorá-los. Passava dias em seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas.
  Certo dia, seu filho de sete anos invadiu o seu santuário decidido a ajudá-lo a trabalhar. O cientista, nervoso pela interrupção, tentou que o filho fosse brincar em outro lugar.
  Vendo que seria impossível removê-lo, o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção. De repente, deparou-se com o mapa do mundo, o que procurava! Com o auxílio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e, junto com um rolo de fita adesiva, entregou ao filho dizendo:

 - Você gosta de quebra-cabeça? Então vou lhe dar o mundo para consertar.
  Aqui está o mundo todo quebrado. Veja se consegue consertá-lo bem direitinho! Faça tudo sozinho.

  Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa. Algumas horas depois, ouviu a voz do filho que o chamava calmamente:

 - Pai, pai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho!
   A princípio, o pai não deu crédito às palavras do filho. Seria impossível, na sua idade, ter conseguido recompor um mapa que jamais havia visto. Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria um trabalho digno de uma criança. Para sua surpresa, o mapa estava completo. Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares. Como seria possível? Como o menino havia sido capaz? - Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu?
 - Pai, eu não sabia como era o mundo, mas quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que do outro lado havia a figura de um homem. Quando você me deu o mundo para consertar, eu tentei, mas não consegui. Foi aí que me lembrei do homem, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era. Quando consegui consertar o homem, virei à folha e vi que havia consertado o mundo.


Quando li essa frase, achei bem interessante e direta. Fiquei lembrando da época da minha conversão, de quando não conseguia achar as respostas para as minhas incontáveis perguntas e dúvidas.
Lembro-me que por mais que eu buscasse, minha vida não mudava e eu não entendia nada. Foi a partir daí que me entreguei de verdade.. Quando comecei a me humilhar diante de Deus. Confessei todos meus pecados e iniqüidades e a partir daí virei uma nova pessoa. Passei a amar a igreja, adorava poder chegar lá e na reunião me humilhar diante de Deus. Realmente rasgar o céu.
E, como nada que Deus fala é errado, sua palavra diz: Pois todo aquele que a si mesmo se exaltar será humilhado, e todo aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado. (Mateus 23:12)
Quer frase mais interessante que essa? Já diz tudo! Aquele que se humilha de corpo e alma diante do Grandioso Deus será exaltado. Será considerado por Deus. Deus vai te olhar. Olha que forte!
Deus, assim como um oleiro, estará quebrando o vaso velho; fará de ti um vaso de honra, moldado e transformado. Pronto para ser cheio de azeite (cheio de unção), basta você querer!
                                 



   Logo à frente, a professora entrou na sala do zelador e saiu com uma pá.
Depois seguiu para o pátio da escola, conduzindo os alunos até o canto mais distante do parquinho. Ali começaram a cavar. Foram enterrar seus 'não consigo'!

   Quando a escavação terminou, a caixa de 'não consigo' foi depositada no fundo e rapidamente coberta
com terra. Trinta e uma crianças de dez e onze anos permaneceram de pé em torno da sepultura recém cavada. A professora, então, proferiu louvores.

  "Amigos, nós estamos hoje aqui reunidos par honrar a memória do 'não consigo'.
Enquanto esteve conosco aqui na Terra, ele tocou as vidas de todos nós, de alguns mais do que outros. Seu nome, infelizmente, foi mencionado em cada instituição pública - escolas, prefeituras, assembleias legislativas e até mesmo na Casa Branca. Providenciamos um local para seu descanso final e uma lápide que contém seu epitáfio. Ele vive na memória de seus irmãos e irmãs 'eu consigo', 'eu vou' e 'eu vencerei'. Que ' não consigo' possa descansar em paz e que todos os presentes possam retomar suas vidas e ir em frente, na sua ausência. Amém."

  Ao escutar as orações, entendi que aqueles alunos jamais esqueceriam a lição. A atividade era simbólica: uma metáfora da vida. O "não consigo" estava enterrado para sempre.

   Logo após, a sábia professora encaminhou os alunos de volta à classe e promoveu uma festa. Como parte da celebração, a professora recortou uma grande lápide de papelão e escreveu as palavras "não consigo" no topo, "descanse em paz" no centro e a data embaixo. A lápide de papel ficou pendurada na sala de aula durante o resto do ano. Nas raras ocasiões em que um aluno se esquecia e dizia "não consigo", a professora simplesmente apontava o cartaz "descase em paz". O aluno, então, se lembrava de que "não consigo" estava morto e reformulava a frase.

   Eu não era aluno dela. Ela era minha aluna. Ainda assim, naquele dia aprendi uma lição duradoura com ela. Agora, anos depois, sempre que ouço a frase "não consigo" vejo as imagens daquele funeral da quarta série. Como os alunos, eu também me lembro de que "não consigo" está morto. Faça o mesmo você também: exclua de sua vida o "não consigo", "não posso", "não sou capaz", "nunca vencerei". Anime-se vá à luta e verá que você tudo pode.

                                                                                       "Tudo posso naquele que me fortalece".

   Que Deus abençoe abundantemente.


 

                                           




Era uma vez uma moça que estava à espera de seu voo na sala de embarque de um grande aeroporto. Como deveria esperar por muitas horas, ela resolveu comprar um livro para matar o tempo.
   Comprou também um pacote de biscoito. Sentou-se numa poltrona, na sala VIP do aeroporto, para descansar e ler em paz. Ao seu lado sentou-se um homem. Quando ela pegou a primeira bolacha, o homem também pegou uma. Ela se sentiu indignada, mas não disse nada.
    Apenas pensou: “Mas que cara de pau! Se eu estivesse mais disposta, lhe daria um soco no olho para ele nunca mais esquecesse!”.
     A cada bolacha que ela pegava o homem também pegava uma. Aquilo a deixava, tão indignada que não conseguia nem reagir. Quando restava apenas uma bolacha, ela pensou:
     “O que será que esse abusado vai fazer agora?”
     Então o homem dividiu a última bolacha ao meio, deixando a outra metade para ela. Ah! Aquilo era demais! Ela estava bufando de raiva! Então, pegou seu livro e suas outras coisas e se dirigiu ao local de embarque.
     Quando se sentou, confortavelmente, numa poltrona, já no interior do avião, olhou dentro da bolsa para pegar uma caneta e, para sua surpresa, o pacote de biscoito estava lá. Ainda intacto. Fechadinho!!!
      Ela sentiu tanta vergonha! Só então percebeu que a errada era ela mesma, sempre tão distraída! Havia se esquecido de que suas bolachas estavam guardadas dentro da sua bolsa.
      O homem havia dividido as bolachas dele sem se sentir indignado, nervoso ou revoltado, enquanto ela tinha ficado muito transtornada pensando estar dividindo as delas com ele.
      E já não havia mais tempo para se explicar...e nem para pedir desculpas!
      Quantas vezes, em nossas vidas, comemos as bolachas dos outros e não temos consciência disso?
       Antes de concluir, observe melhor!
       Talvez as coisas não sejam exatamente como você pensa!
       Não pense o que não sabe sobre as pessoas.
       Existem quatro coisas na vida que não se recuperam:

   - a pedra, depois de atirada;
   - a palavra, depois de proferida;
   - a ocasião, depois de perdida;
   - e o tempo, depois de passado.

Que Deus abençoe abundantemente!

 

Estamos vivendo num período bem difícil pros jovens. Quando andamos nas ruas, nos deparamos com vários rapazes e moças jogados no chão, ou vivendo em bares e casas de prostituição.
No fim desse caminho, ao chegarmos à igreja; Vemos o grupo jovem vazio e sem vida. Os obreiros desanimados e os jovens (que são considerados firmes) até do grupo jovem desapareceram.

Vocês quando davam seus testemunhos, diziam como tinham fama entre os grupos do mundo. Como ganhavam almas para o diabo. Pulavam, gritavam, choravam, cantavam..
Tudo para fazer a vontade da carne, satisfazer seu próprio ego. Não paravam um dia em casa, e a casa semana apareciam com um namorado diferente.

E agora me falem, jovens.. O que vocês têm feito para agradar a Deus? Qual é a diferença entre vocês e os jovens do mundo? Será que realmente vocês são diferentes deles?

A palavra de Deus diz: "Infiéis, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus." (Tg 4:4)

O diabo quer os de dentro da igreja? Sim! Mas ele quer os VERDADEIROS SERVOS de Deus. Não os que estão em cima do muro. Pois os que estão em cima do muro já são dele. Decida quem você quer servir; e se for servir a Deus, faça-o de todo o coração. Seja um verdadeiro SERVO!  Se entregue totalmente a voz do Espírito Santo. Ganhe almas para Jesus, e não aceite ser mais um na multidão.

Faça a diferença e Deus o honrará !


 Estes dias estava lendo uma passagem na bíblia, que me chamou muito atenção.
"Jesus condena a Hipocrisia dos Fariseus e dos Peritos da Lei"

  Vamos "esudar" esse título..
Hipocrisia - Ato de fingir ter crenças, virtudes, ideias e sentimentos que a pessoa na verdade não possui.
Fariseus - Eram fanáticos religiosos e nacionalistas
Peritos da Lei - Os "líderes", que sempre tinham razão.

Seguindo..

  Após Jesus se sentar à mesa de um fariseu que o convidou para comer com ele; Esse fariseu ficou supreso quando notou que Jesus não se lavou, antes da refeição.
E o Senhor Jesus lhe disse:
 "Vocês, fariseus, limpam o exterior do copo e do prato, mas interiormente estão cheios de ganância e de maldade. Insensatos!"    (Lucas 11:39)

Repare a forma com que o Senhor se refere aos fariseus. Os chamando de Insensatos, ou seja loucos - estupidos.
Nota-se que nessa passagem, o fariseu quer bajular Jesus, mas fica espantado com a humildade e a sabedoria dEle. Jesus diz que os fariseus só tem imagem, apenas cuidam do seu exterior, mas que o interior deles é imundo.


Logo em seguida Jesus continua..

"Quanto a vocês, peritos da lei, disse Jesus, ai de vocês também!, porque sobrecarregam os homens com fardos que dificilmente eles podem carregar, e vocês mesmo não levantam nem um dedo para ajudá-los."    (Lucas 11:46)

Nesse versículo, Jesus compara os peritos da lei com os fariseus, mostrando que são iguais.

Várias vezes, em nossas igrejas, podemos reparar que tem sempre um membro, obreiro ou até mesmo pastor; querendo "aparecer" para o seu líder. Fazem tudo quando tem alguém vendo, mas se tiverem sozinhos na igreja, ou apenas com membros por perto, logo querem se acomodar entre os bancos.
São ótimos em dar ordens, mas seriam incapazes de fazer o que eles mesmo mandam. Na realidade não devem nem saber fazer.
Isso mostra o quão hipócrita uma pessoa consegue ser, fazer tudo na igreja a fim de ganhar algo em troca. Ele não pensa que está fazendo para Deus e não para o homem. Não pensa que é a sua salvação que está em risco.


E logo depois, Jesus completa:

"Ai de vocês, peritos na lei, porque se aponderaram da chave do conhecimento. Vocês mesmos não entraram e impediram os que estavam prestes a entrar."    (Lucas 11:52)

Nessa parte, Jesus fala diretamente com os "cheios de opiniões" das igrejas. Aqueles que por estarem anos lá, sabem de tudo; ou acham que sabem. Acham que só por terem cargos significativos na igreja, são capazes de decidir o destino das pessoas, colocam o espírito santo de lado.. e mostram perfeitamente a carnalidade que neles prevalece.
Acham que só por que não querem, ou por que não gostam de pessoa A; podem impedir a salvação ou as bençãos que Jesus tem preparado para a pessoa A.

Para os Fasiseus e Líderes.. Cuidem do que é teu, para que ninguém tome a tua coroa. Vamos esquecer um pouco da vida dos outros, e cuidemos mais das nossas. Pois a salvação é individual. Não faça nada além de ajudar, pois se passar disso.. vai acabar atrapalhando a conversão de muitos outros.


Deus seja convosco.


Antes de conversar com a minha amada, não sabia nem o que iria postar. Logo hoje, o dia em que ela deixou-me escrever.
Pois é, vou mudar um pouco de assunto, até porque todos sabem que estamos passando uma guerra gigantesca. Porém pela fé já vencemos.
Tudo isso por amor. Amor por Cristo.

Então, hoje vamos falar do coração. Que é a fonte da emoção e do amor.
Sabemos que através deste pequeno órgão, conseguimos sentir raiva e amor. Não ao mesmo tempo, pois só um ocupa o mesmo lugar. E nele sentimos o verdadeiro amor, que é sincero.
Sabemos também que a mágoa é guardada no coração, e que tem matado milhões de pessoas ao redor mundo.
E que o maior SER do universo habita no coração!

Lendo este texto, nos perguntamos como Deus pode habitar em um coração sujo?

Resposta: Deus não habita em coração sujo. Tem que estar limpo.

Não pode nem estar com nenhum tipo de sentimento contrário a fé.
Portanto Ele diz: “A boca fala do que o coração está cheio” e” Se os seus olhos estão puros, todo o corpo está”
“Que onde está teu coração, ali estará seu tesouro”

Você quer que seu tesouro seja uma mágoa?
Pois é, mantenha sempre o seu coração limpo!

E diante das dificuldades do dia-a-dia, como manter o coração limpo?
Resposta: Deixe Deus habitar nele!



  "Sempre que alguém vem visitar-me, fala com falsidade, enche o coração de calúnias e depois sai espalhando-as.
Todos os que me odeiam juntam-se e cochicham contra mim, imaginando que o pior me acontecerá:
-Uma praga terrível o derrubou; está de cama, e jamais se levantará-
Até o meu melhor amigo, em quem eu confiava e que partilhava do meu pão, voltou-se contra mim.
Mas, tu, Senhor, tem misericórdia de mim; levanta-me, para que eu lhes retribua.
Sei que me queres bem, pois o meu inimigo não triunfa sobre mim.
Por causa da minha integridade me susténs e me pões na tua presença para sempre."

Salmos 41:6-12
 
 
Forte né? Nem preciso fazer nenhum comentário em relação a essa palavra.

"Bem aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.




Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.


Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concuspiscência.


Depois, havendo a concuspicência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte" Tiago 1:12-15






Dicionário da Nanda:


suporta - aguenta firme
engodado - enganado ardilosamente
concuspicência - vontade da carne
concebido - gerado




Todo cuidado é pouco quando se trata do nosso testemunho.


Testemunhar não é apenas dizer para as pessoas sobre as mudanças e maravilhas que Deus realizou em nossas vidas, mas à cima de tudo mostrar as mudanças e transformações com nossos gestos e atitudes...
Certamente gestos e atitudes falam mais alto que muitas palavras, com estes podemos glorificar o nosso Deus ou envergonhá-lo.

Agora eu pergunto... Como tem sido o nosso testemunho?
Temos glorificado ou envergonhado?
Você diz... "Eu sou cristã, eu vou à igreja!" e ao mesmo tempo não pensa duas vezes antes de mentir...
Você diz... "Eu creio em Deus", mas no trabalho sempre chega atrasada, não se destaca em nada, reclama de tudo, não acrescenta, não se esforça...
Você diz... "Jesus Cristo é o Senhor", mas em casa com a família é incapaz de ajudar em alguma coisa seja no lado financeiro ou físico...

Melhor seria se não falássemos nada, pois assim pelo menos não estaríamos envergonhando o nosso Deus.
Analise hoje suas atitudes. Como tem sido o seu testemunho? Vergonha ou glória?
Só você pode mudar essa situação!

Decidamos hoje sermos sempre vasos de honra para o nosso Deus!

 


Leiam com muita atenção... Faz sentido e falou muito forte comigo!



- Duda ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas.
No dia seguinte, Júlia sua amiguinha, veio bem cedo convidá-la para brincar.
Duda não podia, pois iria sair com sua mãe naquela manhã.
Júlia então, pediu a coleguinha que lhe emprestasse o seu conjuntinho de chá para que ela pudesse brincar sozinha na garagem do prédio.
Duda não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga, resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme por aquele brinquedo tão especial.

Ao regressar do passeio, Duda ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado no chão.
Faltavam algumas xícaras e a bandejinha estava toda quebrada.
Chorando e muito nervosa, Duda desabafou:
"Está vendo, mamãe, o que a Júlia fez comigo?
Emprestei o meu brinquedo, ela estragou tudo e ainda deixou jogado no chão.

Totalmente descontrolada Duda queria, porque queria, ir ao apartamento de Júlia pedir explicações.

Mas a mãe, com muito carinho ponderou:
"Filhinha, lembra daquele dia quando você saiu com seu vestido novo todo branquinho e um carro, passando, jogou lama em sua roupa?
Ao chegar em casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou.
Você lembra o que a vovó falou?
Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro. Depois ficava mais fácil limpar.

Pois é, minha filha, com a raiva é a mesma coisa.
Deixa a raiva secar primeiro.
Depois fica bem mais fácil resolver tudo.

Duda não entendeu muito bem, mas resolveu seguir o conselho da mãe e foi para a sala ver televisão.

Logo depois alguém tocou a campainha.
Era Júlia, toda sem graça, com um embrulho na mão.
Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela foi falando:
"Duda, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atrás da gente?
Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei.
Aí ele ficou bravo e estragou o brinquedo que você havia me emprestado.
Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro brinquedo igualzinho para você.
Espero que você não fique com raiva de mim.
Não foi minha culpa."

"Não tem problema, disse Duda, minha raiva já secou."

E dando um forte abraço em sua amiga, tomou-a pela mão e levou-a para o quarto para contar a história do vestido novo que havia sujado de barro.


  Nunca tome qualquer atitude com raiva.
A raiva nos cega e impede que vejamos as coisas como elas realmente são.


Assim você evitará cometer injustiças e ganhará o respeito dos demais pela sua posição ponderada e correta.

Diante de uma situação difícil. 

Lembre-se sempre: Deixe a raiva secar



Nessa semana tenho pensado muito no que tem acontecido comigo e com meu amado. E com tudo isso, vejo que viramos o centro das atenções da igreja. Mais ainda daquelas pessoas que não têm vida própria, ou seja, vivem a vida dos outros.

Antigamente, quando o assunto era outra pessoa; eu não estava nem ai, sempre coloquei minha salvação em primeiro lugar. Mas mesmo assim, de vez em quando achava graça de determinados casos.

A partir de todas as tribulações que enfrentei quando decidi pegar firme e servir a Jesus; parei de achar graça, me coloquei no lugar daquela pessoa, pensei em meus defeitos e falhas sendo expostos daquela forma e como me senti quando aconteceu comigo (pior ainda).

Muitas vezes rotulamos as pessoas...

"Ela é muito esquecida!"

"Ela é muito bagunceira!"

"Ela é muito tímida!"

"Ela é uma cabeça de vento!"


Sei que não é fácil não fazer isso, pois certas coisas realmente são muito evidentes e freqüentes no caráter de uma pessoa, mas será que isso ajuda?
Será que ficar martelando nos defeitos e falhas dela vai ajudá-la?
Será que vai fazê-la mudar?
Será que estas acusações vão levantá-la e motivá-la ou vão derrubá-la?
Será que vai fazê-la abrir os olhos e enxergar que precisa mudar?

Resposta:

Não sei!

Talvez dependa da pessoa, mas acho que um pouco de cuidado é necessário ao lidar com falhas e defeitos de alguém...



Vamos pensar nisso.



Hoje decidi falar um pouco de mim, talvez seja uma forma de desabafar né? Ou até de passar meu testemunho pra vocês. Tem certos momentos que pensamos em jogar a toalha, sumir do mapa. Confesso que tenho passado por isso freqüentemente. Mas, por mais que me joguem no inferno, eu volto! Por mais que tentem acabar com a minha felicidade, todas essas tentativas são em vão. Pois o cair é do homem e o levantar é de Deus. É uma pena que existem pessoas assim, que só desejam o mal pras outras. Mas não podemos nos deixar abater por uns e outros. Devemos mostrar que somos mais fortes que eles, pois o Deus que seguimos não mente, não acusa, não nos deixa pra lá.
 
A palavra de Deus diz: "Não se deixem levar pelos diversos ensinos estranhos. É bom que o nosso coração seja fortalecido pela graça, e não por alimentos cerimoniais, os quais não têm valor para aqueles que os comem." (Hb. 13:9)

  Se alguém te deu uma palavra mal dada, e de certa forma entrou em sua vida particular e te magoou. Mesmo que seja líder, tome ciência disso, ninguém tem o direito de te ferir. Por mais que se trate de uma hierarquia. Devemos nos humilhar diante de Deus, e não diante dos homens. Pois não são eles que vão nos salvar - não foram eles que lutaram contigo desde o começo pra que você continuasse na batalha. Não desaponte o Espírito Santo por causa do homem!
  Por mais que você erre, peque, ou faça coisas que desagradam a Deus. Seja você mesmo, não mude só porque estão te julgando. Se arrependa e fale com Deus, você não precisa dar satisfação a ninguém mais que Ele. E se Ele te perdoou, quem pode agir contra ti?

Deus te abençoe abundantemente !


  Há momentos em que nos sentimos inseguras sobre a nossa vida; tudo parece estar contra nós, sugando toda a nossa força. Nos sentimos sozinhas e somos mal compreendidas até mesmo pelas pessoas mais próximas. Nessas horas, o pensamento de desaparecer é o que mais nos atrai. Começamos a perguntar o porquê, mas a resposta não vem. Então, nos perguntamos por que a fé que usamos tão poderosamente ontem não está por perto para nos ajudar a vencer as adversidades de hoje. Quando oramos, nossas palavras parecem ser muito simples para expressar o que sentimos e a única coisa que conseguimos fazer é gemer, esperando que Deus venha compreender os nossos sentimentos mais profundos. As pessoas tentam entender, mas o que sentimos é inexplicável e, se tentamos explicar, nos sentimos tolas, pois as palavras não podem descrever os nossos sentimentos. Toda mulher passa por esses momentos difíceis. Você pode ser cheia do Espírito Santo mas, se você é humana (o que eu acredito que seja), uma hora ou outra passará por esses momentos de aflição. Isto nos traz à memória um versículo que diz: "Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete [...] Melhor é a mágoa do que o riso, porque com a tristeza do rosto se faz melhor o coração" (Ec. 7:2,3).

  Só quando nos sentimos tristes e sozinhas é que damos a Deus uma chance de agir em nós. Ninguém fica com o coração alegre enquanto se arrepende de algo errado que cometeu. Pelo contrário, no momento em que estamos nos arrependendo, lamentamos pelo que fizemos e nos sentimos envergonhadas; isso faz com que tomemos a decisão de nunca mais cometer o mesmo erro. Nessas horas de aflição, ter pena de si mesma e se isolar pelos cantos na esperança de que tudo passe não adiantará de nada. Em vez disso, devemos usar o método de auto-ajuda que tem provado ser o mais eficaz ao longo dos séculos: a oração.

  A oração é a habilidade de se comunicar com o Único que realmente pode nos ajudar nas horas difíceis. Ela funcionou e ainda funciona na vida de milhões de pessoas em todo o mundo, inclusive na minha. Quando oro, gosto de pensar que sou uma menininha falando com meu pai. Não tenho que parecer madura, mas falo o que sinto, sem me preocupar com a pronúncia correta das palavras ou se estou dizendo a coisa certa. Procuro ser eu mesma diante de Deus, e isto é suficiente para Ele. Sinto-me à vontade para Lhe dizer coisas que não diria a mais ninguém, pois Ele é o Único que me entende perfeitamente.

  Nós, mulheres, perdemos muito nesse aspecto. Geralmente nos abrimos com nossas amigas e lhes contamos tudo o que se passa dentro de nós, pensando que elas nos entendem. Mas, será que entendem mesmo? A maioria dos homens que conheço acha muito difícil entender as mulheres - na verdade, acho que nem elas mesmas sem entendem. Contudo, Deus entende. Foi Ele quem nos criou e, por isso, nos conhece por dentro e por fora. Ele entende o porquê de nossas atitudes e quer que saibamos que Ele pode nos ajudar, basta que conversemos com Ele de todo o nosso coração. Não se preocupe se você não sabe orar, pois a oração não requer conhecimento algum, apenas sinceridade e fé. Se você esta orando com sinceridade em seu coração e acredita que Deus está lhe ouvindo, isso já é o bastante - Ele certamente está ao seu lado. Se está passando por momentos difíceis, Ele está ainda mais perto de você! Deus está perto daquelas pessoas cujos corações se encontram partidos, pois é nesse momento que elas O buscam mais. Como lemos no versículo anterior, "com a tristeza do rosto se faz melhor o coração."
 
A experiência de falar com o nosso Criador é tão maravilhosa que, se pudéssemos, pararíamos o tempo e ficaríamos em Sua presença para Sempre. É interessante notar que facilmente nos esquecemos desse sentimento quando estamos ocupadas e, de imediato, vem à nossa mente a tentação de orar em pensamento. Achamos que não podemos parar para conversar com Deus pelo fato de termos coisas para fazer e lugares aonde ir; simplesmente não há tempo suficiente para orar. Sendo assim, somos levadas a momentos de lutas e tribulações e, rapidamente, achamos tempo para orar!

 A verdade e que quando estamos alegres tendemos a nos distanciar de Deus. Rapidamente nos esquecemos de Sua presença em nossa visa e passamos a dedicar o nosso tempo a coisas que não nos trazem benefício algum. Somos teimosas mas, ainda assim, Deus nos entende e está pronto para nos dar uma mão amiga quando nos voltamos para Ele. A oração vence a depressão, os pensamentos de suicídio, a insegurança, o vazio da alma e as decepções; conforta quando há perda de um ente querido; neutraliza a raiva, a ansiedade, o stress, etc.

Você conhece algum outro método de auto-ajuda mais eficaz do que esse?





video

Esta foi uma pesquisa séria feita por profissionais de educação e psicologia com um grupo de crianças de 4 a 8 anos.


O QUE É O AMOR?

Respostas:


"Amor é quando alguem te magoa e você mesmo muito magoado não grita, porque sabe que aquilo fere seus sentimentos" Mathew, 6 anos.

"Quando minha vó pegou artrite, ela nao podia se debruçar para pintar as unhas dos dedos dos pes. Meu avo desde então, pinta as unhas para ela, mesmo quando ele tem artrite." Rebecca, 8 anos

"Eu sei que minha irmã mais velha me ama, porque ela me dá todas as suas roupas velhas e tem que sair para comprar outras. " Lauren, 4 anos

"Amor é como uma velhinha e um velhinho que ainda são muito amigos mesmo se conhecendo a muito tempo." Tommy, 6 anos.

"QUANDO ALGUÉM TE AMA, A FORMA DE FALAR SEU NOME É DIFERENTE“ Billy, 4 anos

"Amor é quando voce sai para comer e oferece suas batatinhas fritas sem esperar que a outra pessoa ofereça as batatinhas dela. " Chrissy, 6 anos

"Se voce quer aprender a amar melhor, voce deve começar por um amigo que voce nao gosta. " Nikka, 6 anos

"Há dois tipos de amor, o nosso amor e o amor de Deus. Mas o amor de Deus junta os dois. " Jenny, 4 anos.

"Amor é quando a mame vê o papai suado e mal cheiroso e ainda fala que ele é mais bonito que o Robert Redford. " Chris, 8 anos.

"Durante minha apresentação de piano, via meu pai na plateia me acenando e sorrindo. Era a unica pessoa fazendo isso e eu não sentia medo." Cindy, 8 anos

"Amor é quando voce fala para um garoto que linda a camiseta que esle está vestindo e ele a veste todos os dias." Noelle, 7 anos

"Nao deveriamos dizer eu te amo a nao ser quando realmente o sintamos. E se sentimos, deveriamos expressa-lo muitas vezes. As pessoas esquecem de dize-lo." Jessica, 8 anos.

"Amor é quando seu cachorro lambe sua cara, mesmo depois que voce deixa ele sozinho o dia inteiro." Mary Ann, 4 anos.

"Deus poderia ter dito palavras magicas para que os pregos caissem do crucifixo. Mas ele nao disse, isso é amor." Max, 5 anos

Lindo né? Eu ri quando a menina falou que a irmã dela ama ela por que da as roupas velhas e tem que sair para comprar novas hehehe, que bonitinho *-* Mais o que mais me chamou atenção foi a que destaquei em negrito... Quando alguem te ama, a forma de falar seu nome é diferente.. E não é que é verdade? Repara que quando voce fala o nome de alguem que voce ama, soa diferente! É, eu fiquei falando o nome de pessoas que eu amo pra perceber que é verdade ;)



Era uma vez uma indústria de calçados aqui no Brasil que desenvolveu um projeto de exportação de sapatos para a Índia.
Ela mandou dois de seus consultores a pontos diferentes daquele país para fazerem as primeiras observações do potencial daquele futuro mercado.
Após alguns dias de pesquisas, um dos consultores enviou o seguinte faz para a direção da indústria:

"Senhores, cancelem o projeto de exportação de sapatos para Índia. Aqui ninguém usa sapatos."

Sem saber desse fax, alguns dias depois o segundo consultor mandou o seu:

"Senhores, tripliquem o projeto de exportação de sapatos para Índia. Aqui ninguém usa sapatos, ainda."

A mesma situação era um tremendo obstáculo para um dos consultores e uma fantástica oportunidade para o outro.

Da mesma forma, tudo na vida pode ser visto com enfoques e maneiras diferentes.

A sabedoria popular traduz essa situação com a seguinte frase:
"Os tristes acham que o vento geme;
os alegres e cheios de espírito afirmam que ele canta."

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos.

A maneira como você encara a viida.. faz toda a diferença !

Bom, em nosso primeiro assunto..
Queria passar pra vocês algo que tem me incomodado muito.

Um dia desses, fazendo ponto de fé; Um colega meu passou pela rua, e eu o chamei para assistir a reunião. Ele olhou para dentro da igreja e falou: "Poxa olha a minha roupa, acabei de chegar do trabalho. Estou todo sujo e cheio de pecados. Não posso entrar assim na igreja!"

Lembro-me que fiquei indignada com essa resposta, pois infelizmente, de uma certa forma sabia do que ele estava falando. Muitas vezes, sofremos preconceito por estarmos mal vestidos, por ser tímidos, quietos, pelos nossos vícios ou até mesmo pelo nosso jeito de ser.
Mas não podemos pensar assim como ele, pois..

Jesus disse: “Vinde a Mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados...” (Mt. 11:28).

O convite feito aqui é captado por três palavras: "Vinde a mim"
Deus não disse, vinde a mim os que são bonitos, fortes, ricos, puros, cheios de saúde e inteligentes.
Apenas disse Vinde a mim os cansados e sobrecarregados.
Ele nos escolheu como somos, não temos que nos preocupar com o que os outros pensam sobre nós!
Não nos convertemos para agradar ao homem e sim a Deus.
O importante é estarmos na presença dEle.

Se em algum momento, algum carnal te olhar com indiferença dentro da igreja. Agradeça a Deus, pois é sinal que você está incomodando.  Não o olhe com indiferença também, apenas ore pela pessoa.

Jesus Cristo vai te honrar jovem !